Quer perder gordura localizada? Nutricionista dá dicas



Perder alguns quilos é uma meta que exige esforço, disciplina e dedicação. Mas, mesmo com esse estado de espírito, é complicado dar adeus à gordura localizada, bem mais difícil de ser eliminada. Segundo o nutricionista Rogério Oliveira, isso acontece por diversos motivos, mas principalmente a alimentação.


“Hábitos alimentares, genética, questões hormonais, a falta de exercícios físicos e, principalmente, uma dieta rica em alimentos gordurosos e carboidratos brancos (refinados) são as causas mais comuns do ganho de peso. E, quando a ingestão de calorias é maior do que se gasta, esse excesso é armazenado na forma de gordura”, começa. Por isso a reeducação alimentar é tão importante.


A melhor estratégia para emagrecer de forma saudável é respeitar seu corpo e sua rotina. “Os alimentos que ajudam nessa fase são café com cacau, arroz integral, batata doce, azeite, folhagens como agrião e couve, laranja amarga, chá verde, pimenta, grão de bico, aveia, linhaça, abacate, gengibre, nozes e chá de hibisco”, continua Rogério.


“Não adianta usar a dieta da amiga ou de um parente e seguir. Elas precisam ser personalizadas e direcionadas para cada necessidade”, alerta. Segundo o nutricionista, o ideal é evitar os seguintes alimentos: bebidas alcoólicas, açúcar branco/refinado, cereais refinados, como arroz e macarrão, e gordura trans.


A dica valiosa do profissional para evitar o acúmulo de gordura na barriga, coxas, braços e costas é investir em uma dieta balanceada com exercícios físicos de vários tipos. “Para evitar que essa gordura se acumule, o ideal é mesclar exercícios cardiovasculares e musculares, fracionar as alimentações, evitar ou tirar totalmente produtos industrializados, evitar açúcar, ingerir muito líquido e ter uma ótima noite de sono.”


Apesar de a estética ser uma das coisas que mais influencia as mulheres na hora de decidir perder peso, os quilos a mais podem colocar em risco a saúde. “O excesso de gordura no corpo pode estar relacionado a resistência à insulina, diabetes, hipercolesterolemia, doenças cardiovasculares, hipertensão arterial e alguns tipos de câncer, como o de mama, ovário e de endométrio”, completa Rogério.


O motivo pelo qual a gordura localizada é mais difícil de eliminar é porque ela se tornou mais resistente. “Basicamente, a gordura que se acumula em alguns pontos do corpo é aquela que não foi utilizada para gerar energia. Quando isso não acontece essa gordura se armazena, tornando-a mais resistente.”


Roteiro para combater a gordura localizada:

“Aumente o consumo de alimentos integrais, ingerindo cinco porções diárias de frutas, verduras e legumes. É muito importante reduzir o tamanho das porções, evitar frituras e alimentos cremosos e reduzir ou até mesmo evitar açúcares.


Adote uma alimentação variada e monte pratos coloridos, dividindo em metade de hortaliças (verdura e legumes), + 1 ⁄ 4 de proteína magra, + 1 ⁄ 4 de cereais.


Alguns outros hábitos que precisam ser incluídos no dia a dia:

– Controlar o peso;

– Praticar exercícios físicos (pelo menos 150 minutos por semana);

– Evitar alimentos com alto índice glicêmico;

– Ter um estilo de vida ativo;

– Não fumar;

– Diminuir ou evitar a ingestão de bebida alcoólica.”




0 visualização0 comentário