Furacão Ida atinge a costa dos Estados Unidos

Neste domingo (29), o furacão de categoria 4 chegou perto da cidade de Port Fourchon, na Louisiana, e atingiu um importante porto petrolífero com ventos de aproximadamente 240 km/h.

O furacão Ida atingiu a costa dos Estados Unidos neste domingo (29) e provocou uma considerada tempestade extremamente perigosa de categoria 4 (assista ao vídeo acima).


Ele tocou o solo do estado da Louisiana pouco depois do meio-dia (horário local; 14h de Brasília).


As chuvas fortes já vinham afetando desde a manhã as ruas desertas de Nova Orleans. Ventos de aproximadamente 240 km/h foram registrados no Porto Fourchon.

Localizado no Golfo do México, ele é a base terrestre do Louisiana Offshore Oil Port (LOOP), maior terminal de petróleo bruto de propriedade privada dos EUA, que interrompeu as entregas antes da chegada da tempestade. Isso porque as previsões indicaram possíveis impactos em suas áreas operacionais (leia, abaixo, mais sobre o LOOP).

A previsão é que o Ida se encaminhe rumo ao nordeste na manhã desta segunda-feira (30).

O furacão chegou ao sul da costa americana exatamente 16 anos depois da passagem do furacão Katrina, que devastou a região em 2005.


Terminal petrolífero foi afetado

O terminal marítimo do LOOP fica em águas abertas, a cerca de 29 km da costa da Louisiana. Em Port Fourchon fica a base terrestre.

O porto da Louisiana é o único terminal de águas profundas dos EUA capaz de descarregar superpetroleiros. De acordo com o site do Port Fourchon, ele abrange:

  • cerca de 10% a 15% do petróleo doméstico dos EUA;

  • 10% a 15% das importações de petróleo estrangeiro;

  • está ligado a cerca de metade da capacidade de refino dos EUA;

  • e também atende a 90% da produção de petróleo em águas profundas do Golfo do México.

Neste domingo, mais de 95% da produção de petróleo do Golfo do México nos EUA ficou suspensa, o que representa cerca de 1,74 milhão de barris por dia de produção. O Golfo fornece cerca de 17% do petróleo do país.

1 visualização0 comentário