Entenda por que você deve pensar duas vezes antes de introduzir um yoni egg na sua vagina



Popular entre as praticantes de pompoarismo – terapia física íntima – o yoni egg, pedra em formato de ovo, que pode ser feito de jade, quartzo ou obsidiana, é introduzido na vagina para melhorar a saúde íntima e sexual. Embora não tenha comprovação médica e científica, o objeto é usado para fortalecer os músculos e energizar a região, além de equilibrar os ciclos menstruais, aliviar cólicas, aumentar a libido e os orgasmos. Apesar de parecer benéfico, especialistas não indicam o uso e alertam sobre seus perigos.


“Não há nenhuma pesquisa real para apoiar esses benefícios. Colocar um yoni egg dentro da vagina não tem um impacto positivo na regularidade do ciclo menstrual ou na TPM”, explica a ginecologista e obstetra Suchetha Kshettry ao “Health Essentials”.


De acordo com a médica, qualquer corpo estranho introduzido na região pode impactar negativamente a função da vagina e, consequentemente, causar complicações. Além de alterar no PH íntimo, as pedras podem aumentar o risco de lesões e arranhões no local, facilitando a proliferação de bactérias. A especialista alerta sobre o risco da síndrome do choque tóxico, uma condição de emergência de saúde relacionada à uma infecção bacteriana, que pode causar sérios problemas e até a morte.


Embora o treinamento de fortalecer o assoalho pélvico seja importante, o uso de um yoni egg pode causar danos a prática. “Quando você o usa, não está fazendo a sequência: contrair, soltar e relaxar, que o treinamento exige. Isso pode levar a espasmos musculares na região”, alerta Kshettry.

Para as mulheres que desejam solucionar os problemas íntimos, como incontinência urinária, cólica, falta de libido ou orgasmo, é indispensável consultar um especialista no assunto. “Eles podem orientar com exercícios eficazes, encaminhar para um fisioterapeuta, solicitar exames, e indicar o tratamento adequado para cada caso”.




1 visualização0 comentário