Como, quando e qual deve ser o 1º alimento na introdução alimentar do bebê?



Quando chega a hora de iniciar a introdução alimentar do bebê, o que não falta são perguntas e dúvidas na cabeça de todas as mães, mesmo as de 2ª ou 3ª viagem, sempre querem se atualizar. Como, quando e qual o 1º alimento a oferecer para o bebê? É um dos exemplos entre tantas outras questões que assolam a cabeça e o coração das mães (eu adoraria incluir aqui, os pais também, mas infelizmente essa não é a realidade).


Ao longo deste mês de abril, vou trazer olhar diferente para essas 3 perguntinhas simples, que podem provocar e ampliar a forma de pensar nelas e nas diversas possibilidades de respondê-las.


Para iniciar vamos ao como: Como oferecer o 1º alimento ao meu bebê? Que como é esse? Como preparar o alimento? Como servir o alimento? Ou o como é de: Como o bebê deve estar acomodado para receber o alimento? Como deve estar o estado emocional e psicológico da mãe no momento da introdução alimentar? Ou ainda: Como o pai pode e deve participar deste momento? Como vocês podem ver uma pergunta simples que desencadeia tantas outras.


Se falarmos de quando, a primeira resposta que vem à cabeça é a partir dos 6 meses, mas é no dia que o bebê completa 6 meses? Uma semana antes, uma semana depois? Também é importante lembrar que existem situações em que iniciar a introdução alimentar antes dos 6 meses se faz necessário. Como por exemplo se a mãe precisa voltar ao trabalho, de maneira presencial, antes desse período. Num caso como este: Quando iniciar a introdução alimentar?


E finalmente chegamos ao: Qual o 1º alimento a ser oferecido ao bebê? Para responder essa pergunta é preciso pensar: Quais são os nutrientes que o bebê necessita neste momento que não são mais obtidos através do leite materno? Quais alimentos fornecem esses nutrientes? Qual a melhor forma de absorver esses nutrientes?


O desenrolar dessa e de tantas questões será o tema da coluna ao longo do mês de abril.



0 visualização0 comentário